Roland Garros: Nadal passa por Del Potro e marca encontro na final com Thiem

O início de partida indicou que a batalha seria longa. Até porque, do outro lado, havia Juan Martín Del Potro, um exímio tenista que não deixa de lutar até a última gota de suor cair. Mas, nesta sexta-feira, nem mesmo toda a sua transpiração seria útil para evitar o óbvio: mais uma grande vitória de Rafael Nadal, o rei do saibro de Paris, que bateu o argentino em sets diretos e carimbou passagem para a sua 11° final de Roland Garros [VIDEO].

Nadal já havia levado um pequeno susto na rodada anterior, de quartas de final, contra um outro argentino. O “baixinho” Diego Schwartzman, em alta desde a temporada passada, venceu o primeiro set por 6/4 e mostrou que poderia fazer frente ao favorito.

No entanto, a chuva que caiu sobre Paris durante a segunda parcial interrompeu o jogo e o ímpeto do tenista sul-americano. Na volta à quadra, no dia seguinte, Nadal venceu os três sets restantes e se credenciou a enfrentar Del Potro na semi.

Fiel ao seu estilo de golpes potentes de direita, Del Potro começou a semifinal até melhor que o multicampeão do saibro. E chegou a ter várias bolas de break point para derrubar o saque do adversário e correr o set na frente. Como não aproveitou as oportunidades, Delpo viu Nadal crescer na hora decisiva e vencer a primeira parcial por 6/4.

Depois disso, o espanhol literalmente passeou em quadra. Com bolas arrasadoras do fundo de quadra e drop shots bem executados, ele foi minando a confiança de Del Potro – aparentemente perdido e sem esboçar qualquer reação do lado oposto da rede.

Na segunda parcial, o argentino sexto colocado do ranking de Tênis da ATP não conseguiu fazer mais que um game e levou 6/1.

Quem esperava uma reação do argentino no 3° set se frustrou bastante. A terceira e última parcial da semifinal foi praticamente uma repetição da segunda. Absoluto na partida e dono de todas as ações, sacando ou recebendo, Nadal não deu brechas para Del Potro e voltou a vencer com extrema facilidade, com parciais de 6/4 6/1 6/2.

Antes da bola amarela subir e o confronto iniciar, Nadal levava consigo o melhor retrospecto no confronto direto contra Del Potro. Em 14 jogos até essa semifinal de Roland Garros 2018, o espanhol havia vencido 9 confrontos contra o argentino, sendo o último a semi do US Open de 2017, torneio esse que foi vencido por Nadal.

Nadal, que já venceu em Paris por 10 vezes diferentes – 2005, 2006, 2007, 2008, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2017, se aproxima do seu incrível 11° título no Grand Slam do saibro. Na carreira, ele vai fazer no domingo a sua 24ª final de Grand Slam.

Adversário de peso do outro lado

Para buscar mais um título no seu “quintal”, Rafael Nadal terá um forte oponente do outro lado da rede. Dominic Thiem, austríaco número 8 do mundo, venceu mais cedo o surpreendente italiano Marco Cecchinato por 3 sets a 0, e irá disputar sua primeira final em Roland Garros – tanto em 2017 como em 2016 ele havia caído na semifinal.

No “head to head”, Nadal leva vantagem, mas perdeu o último confronto para o próximo oponente de domingo. Em 9 jogos até agora, o espanhol venceu 6. Thiem, que o venceu na Argentina em 2016 e em Roma, em 2017, venceu Nadal recentemente no Masters 1000 de Madrid, na Espanha, tornando-se o único tenista a vencer Rafael Nadal na gira de saibro da atual temporada.

A vitória de Thiem sobre Cecchinato só teve doses de emoção no segundo set, quando o austríaco venceu o tie-break por 12/10. No final, as parciais foram 7/5 7/6 (10) e 6/1 – o italiano havia vencido Novak Djokovic de forma emocionante na fase anterior à semifinal. A grande decisão entre Rafael Nadal e Dominic Thiem terá início às 10 horas de domingo, no Horário de Brasília.

Leave a Comment